Cheque devolvido e nome no CCF

Estar com o nome sujo e CPF lançados nos cadastros de restrição de crédito é uma tremenda dor de cabeça, pois quem deve na praça, é quase sempre rejeitado no mercado de consumo e impedido de abrir conta corrente em bancos, e mesmo que consiga, não poderá usufruir de nenhum benefício relacionado a crédito, como talões de cheques, cartão de crédito, emprestimos ou qualquer tipo de financiamento.

Sem contar que pode ser barrado até mesmo em uma seleção de emprego, promoção na empresa onde trabalha ou ao assumir um cargo de um concurso publico.

Quem está com o nome sujo e quer limpá-lo, mas não consegue localizar a pessoa ou empresa credora, deve procurar seu banco e solicitar o histórico e as microfilmagens dos cheques para obter maiores informações de quem tentou descontar os cheques.

Como o cheque na maioria dos casos é usado como moéda de troca entre fornecedores, terceiros e afins, tornando uma taréfa quase que impossivel o contato com ultima pessoa ou empresa que esteve em posse do cheque.

Quais são as consequencias de possuir cheques devolvidos?

É de costume dizer que o cheque é a pior modalidade de crédito, pois o risco que se corre em ter problemas é muito alto. Desde o extravio, repasse para terceiros, furto e fraudes alem de ficar com o nome sujo na praça. Mas mesmo assim ainda é muito ultizado como ultimo recurso para conseguir maiores prazos para pagamento.

Um cheque devolvido sem sombras de dúvidas é o tipo de restrição mais complicada de se resolver. Pois não se trata apenas de possuir o valor em dinheiro para quitação da dívida, e sim localizar a pessoa ou empresa que tentou descontar o cheque no banco.

E o contrario do que todos pensam, quanto menor o valor do cheque, mais dificil é pra se localizar o credor. Pois existe uma grande chance da pessoa que o recebeu, se desfazer com muito mais facilidade, perdendo, rasgando ou jogando o cheque no lixo. Porque o custo que teria com a cobrança superaria o valor do cheque.

Neste caso você talvez tenha um prejuízo de proporções gigantescas e sem perspectiva de solução rápida sem ajuda.


Como regularizar um cheque perdido?

Se você já tentou de tudo e nada surtiu resultado, ou seja, o credor não foi localizado, talvez o caminho seja procurar um advogado ou o Juizado Especial Cível e entrar com uma ação em consignação em pagamento. Nesta ação é preciso demonstrar que se tentou localizar a pessoa ou responsavel pela empresa, mas não se teve êxito.

O juiz, então, vai determinar que o devedor faça depósito em juízo do valor da dívida e, posteriormente, emitirá uma autorização de baixa da negativação do banco e no cadastro de cheques sem fundos. Mas essa decisão pode não ser tão rápida, podendo levar de 3 a 4 meses de acordo com o modo que o processo foi formalizado e o entendimento do próprio juiz.

Se não estiver disposto a aguardar 4 longos meses para regularizar seu nome, você pode solicitar ajuda profissional especializada, assim localizando a pessoa que tentou descontar seu cheque, negociando a dívida e recuperando o cheque original ou a carta de anuência, no caso do cheque ter sido perdido. Assim colocando um ponto final neste problemão que é estar na lista de devedores do CCF e limpar seu nome gastando muito menos, com rápidez e segurança.